apoio

Dr.ª Ana Barroso salienta destaques abordados na área do cancro do pulmão

Dr.ª Ana Barroso salienta destaques abordados na área do cancro do pulmão

A edição deste ano da reunião anual da ESMO realizou-se em formato virtual, com base em Paris, entre os dias 16 e 21 de setembro. Em entrevista à News Farma, a Dr.ª Ana Barroso, membro do Grupo de Estudos do Cancro do Pulmão, partilhou as suas recomendações relativas às temáticas abordadas na reunião internacional. Veja a entrevista.

Vídeo

“Além das habituais revisões teóricas com discussões brilhantes feitas pelos experts de cada área, foram apresentados vários trabalhos dos quais gostava de destacar alguns”, começou por dizer a Dr.ª Ana Barroso.

A atualização de três anos do estudo Lung ART (que teve como objetivo avaliar se havia um benefício na realização de radioterapia em doentes com não pequenas células com ressecção completa e envolvimento ganglionado diastínico N-2) demonstrou que não houve diferença de sobrevivência livre da doença entre o braço radiado versus não radiado e o grupo da radioterapia teve uma toxicidade relvante. “Portanto, isto vai levar a que definitivamente a radioterapia pós-operatótia para doença ganglionar N-2 saia definitivamente do standard of care”, realçou a especialista.

Na temática das resistências secundárias pós-imunoterapia, o ensaio clínico ATALANTE-I, que comparou o outcome de doentes vacinados com uma vacina de neoepitopos para doentes com HLA-2+ versus docetaxel ou pemetrexed nos doentes com carcinoma do pulmão de células não pequenas avançado.

“Os resultados foram muito bons, a sobrevivência global mediana de 11,1 meses no grupo da vacinação vs. Os 7,5 no grupo da quimioterapia com hazard ratio de 0,59; baixa toxicidade menor do que no grupo da quimio; manutenção da qualidade de vida”, sublinhou a Dr.ª Ana Barroso, considerando, contudo, que ainda se tem de aguardar por mais resultados.

 

Vacinação contra a COVID-19 em doentes com cancro do pulmão

A nível de estudos sobre a vacinação, a Dr.ª Ana destacou um estudo prospetivo, que avaliou as taxas de seroconversão com uma vacina de mRNA em quatro grupos distintos:

  • população geral
  • doentes com cancro do pulmão tratados com quimioterapia
  • doentes com cancro do pulmão tratados com imunoterapia;
  • doentes com cancro do pulmão tratados com quimioterapia e imunoterapia.

“O que se concluiu foi que, de uma forma geral, após duas tomas da vacina a maioria dos doentes tem uma imunização muito boa” afirmou a Dr.ª Ana Barroso, explicando, que a eficácia foi ligeiramente inferior nos doentes tratados com quimioterapia. Não obstante o estudo reforça “a importância da vacinação de toda a gente, nomeadamente dos doentes com cancro do pulmão”, defendeu.

 

Tumores raros

No que respeita aos tumores raros, a especialista partilhou que os resultados do estudo de fase III CheckMate-743 levaram à aprovação pela FDA e EMA da associação Nivolumab + ipilimumab para o tratamento em 1.ª linha do mesotelioma pleural maligno irresecável. “Aos 3 anos nós temos ainda 28% dos respondedores isto numa população para a qual as opções previas são muito más”, afirmou.

 

Moléculas alvo no cancro do pulmão

A nível da molécula alvo HER-2, um estudo em doentes com mutações HER-2, com várias linhas prévias de tratamento, demonstrou que o trastuzumab deruxtecan induziu “uma sobrevivência global mediana de 17,8 meses e uma sobrevivência livre de progressão de 8,2 meses, com umas boas taxas de resposta e um fantástico controlo de doença. Em termos de toxicidades não são desprezíveis, contudo temos de aprender a geri-las para no futuro podermos tratar de uma forma dirigida mais este grupo de doentes” defendeu a especialista.

Relativamente à molécula alvo PD-L1, a especialista referiu o estudo IMpower 010 e os resultados apresentados neste congresso da ESMO. “Penso que a breve prazo a imunoterapia irá entrar neste contexto na prática clínica diária”, concluiu.

quarta-feira, 29 setembro 2021 15:16
Expert Insight


17set
15h35 – 14h45
Online – Channel 4
17set
15h35 – 14h45
Online – Channel 1
17set
17h30 - 18h30
Online – Channel 7

Newsletter

Receba em primeira mão todas as notícias